Header Ads

Últimas Notícias
recent

Chacina em Catolé foi motivada por briga de famílias e entre facções, diz delegado


Briga de famílias e entre facções criminosas pelo tráfico de drogas em Catolé de Rocha, no Sertão da Paraíba, são as motivações para os mais de 20 homicídios registrados na localidade. De acordo com o delegado Sylvio Rabelo, da 3ª Superintendência de Polícia Civil da Paraíba, já foram presas ao todo cinco pessoas, entre elas, o líder da quadrilha. Na madrugada desta quinta-feira (03), quatro deles fugiam para o Sul quando foram detidos no município de Sete Lagoas, no Estado de Minas Gerais.

Todos os cinco são apontados como executadores dos crimes em Catolé do Rocha. O primeiro, o líder da quadrilha, foi preso no dia 16 de agosto deste ano durante uma operação policial. A quadrilha é responsável por vários homicídios, inclusive um duplo assassinato em praça pública. Sylvio Rabelo contou ainda ao Portal ClickPB que os quatro paraibanos presos em Minas Gerais alugaram um van para fugir para o Sul do País.


“Durante as investigações nós saturamos municípios da Paraíba, eles fugiram para o Rio Grande do Norte. Saturamos lá também e eles alugaram um van para fugir para o Sul. Mas conseguimos encontrar o paradeiro e nos comunicamos com a polícia de Minas Gerais. Nesta madrugada conseguimos junto com a Polícia de Minas prender os quatro”, comentou.


A localização dos criminosos no Estado de em Minas Gerais ocorreu após um trabalho minucioso de investigação realizado pela Força Tarefa instalada em Catolé do Rocha, que envolve equipes da Polícia Civil das três superintendências do Estado, além da Polícia Militar e Bombeiros Militar.

Ainda de acordo com o delegado, as motivações estão ligadas a ‘guerra entre facções criminosas’ pelo domínio do tráfico de drogas e também briga de famílias. Por terem sido presos com armas e munições em Minas Gerais, o grupo permanece lá alguns dias até ser expedido um mandado judicial para ficarem presos na Paraíba.


Blog Panorama Notícias
Fonte: ClickPB



Tecnologia do Blogger.