Header Ads

Últimas Notícias
recent

Em São Bento, ‘fator surpresa’ pode quebrar polarização entre Jarques e Gemilton em 2020


A cidade de São Bento, no Sertão paraibano, deve ser palco de mais uma campanha acirrada em 2020. É que no último sábado (13), o ex-prefeito da cidade, Gemilton Souza, filiou-se ao Progressistas e deve disputar a prefeitura da cidade contra o atual prefeito, Jarques Lúcio, do Democratas, e reeditar a campanha de 2016. 

Estiveram presentes no evento o deputado estadual e ex-prefeito da cidade, Galego Souza, a senadora Daniella Ribeiro e outras lideranças e correligionários que deverão apoiar o oposicionista na disputa que se avizinha. Na ocasião, Gemilton deu o tom de como será o enfrentamento nas urnas.

“A prefeitura foi tomada de arremate. Temos que caminhar juntos, dando as mãos. Eu falei que a prefeitura foi roubada das mãos da população e foi porque o que vemos é muita promessa enganosa, muita falsidade, que ia mudar São Bento mas eu quero dizer aqueles que mentiram no passado que 2020 é logo ali”, declarou Gemilton no evento do partido. 


Do outro lado, Jarques Lúcio, médico e atual prefeito da cidade, vai tentar continuar no comando da gestão local. Ele tem o apoio do Democratas e do deputado federal Efraim Filho, presidente da legenda. O parlamentar está sempre em São Bento enfatizando o apoio da legenda ao prefeito em eventos administrativos. O gestor também deve contar com o apoio do governador João Azevedo.

“Do ponto de vista político é que o prefeito Jarques conte com o apoio do PSB e do governador João Azevêdo, já que tem avançado nessa parceria. E conta também com o apoio do MDB. A perspectiva de contar com o apoio do PSB é muito forte”, informou Efraim Filho.

Em uma de suas declarações à imprensa local sobre 2020, o atual prefeito foi enfático: “Digo agora ao povo e aos adversários: a aliança de partidos que forma o novo tempo em São Bento, liderados pelo Democratas e MDB vai vencer em 2020, vamos ganhar as eleições do ano que vem, podem gravar e anotar”, anunciou.

A campanha de 2016 foi extremamente acirrada na cidade. O prefeito Jarques Lúcio venceu o pleito com 50,10% dos votos, o que equivale a 11.234 votos, apenas 47 votos a mais do que obteve Gemilton, com 49,90% da votação válida. Exatamente por isso, em São Bento o ritmo já é da pré-campanha eleitoral. 

Apesar do acirramento que volta a se configurar, o ex-vice-prefeito da cidade de São Bento, John Lúcio, tio do atual prefeito, se distanciou da administração e está filiado ao Partido Republicano da Ordem Social (PROS). Ele é visto como um forte nome a se tornar candidato na disputa. 

Se essa terceira via vier a ser confirmada, a base eleitoral do atual prefeito pode sofrer danos. Uma fonte ligada ao governo municipal, no entanto, ainda tem esperanças de que a família não vai se dividir: “No final tudo acaba se ajeitando”, opinou.

Blog panorama notícias.com.br

Fonte: Polêmica Paraíba


Tecnologia do Blogger.