Header Ads

Últimas Notícias
recent

Todas as pistas que levam a Bolsonaro; Justiça brasileira ainda não esclarece quem mandou matar Marielle’


Em um controverso texto publicado na última sexta-feira (15), o site da rede de notícias ‘CNN Chile’, um braço da norte-americana CNN, insinuou que apesar de a Justiça brasileira ainda não ter dito quem mandou matar a vereadora Marille Franco (PSOL)”,  há “pistas que levam a Jair Bolsonaro”.

A publicação, sem a assinatura do jornalista que a escreveu, repercute as homenagens realizadas no aniversário de um ano da morte da vereadora,  ressalta que a polícia brasileira ainda não chegou a uma conclusão definitiva sobre o caso, mas que há indícios sobre o suposto mandante.

Apesar de citar  Ronnie Lessa e Élcio Vieira de Queiroz como os acusados de matar a vereadora e reconhecer que a polícia ainda não esclareceu quem mandou executar a vereadora, o site escreve que “há várias pistas que apontam para uma figura altamente conhecida: o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro”. 

Em seguida, o texto levanta cinco hipóteses para corroborar com essa afirmação.  A Polícia Civil do Rio de Janeiro, no entanto, descartou que exista algum indício nesse sentido até o presente momento.

O texto foi publicado no último dia 15, mas só repercutiu hoje no Brasil, e chegou a ser um dos assuntos mais comentados do Twitter, depois que os sites “Brasil 247” e “O Diário do Centro do Mundo”, ligados à esquerda, repercutiram o assunto. 

A CNN Chile recebeu duras críticas dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, que classificaram a empresa como de “extrema esquerda”. O site “caneta.org” questionou a publicação: “A CNN Chile pensa que sabe mais do que a polícia”. Outros usuários parabenizaram o que chamaram de “coragem” da rede chilena.


Tecnologia do Blogger.