Header Ads

Últimas Notícias
recent

TUDO EM CASA: Em Bayeux, Noquinha nomeia irmã como chefe de gabinete com salário de quase R$ 14 mil e incha folha de pagamento da cidade perto de R$ 1 mi


O prefeito interino de Bayeux Mauri Batista, conhecido como Noquinha (PSL), elevou o salário da chefia de gabinete para R$ 13.722 ao nomear a própria irmã, Marcela Batista para esse cargo. As informações constam no Sagres, sistema eletrônio do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que possibilita o controle social dos gastos públicos.

A ferramenta mostra que em março de 2018, o antigo ocupante do cargo recebia mensalmente o valor de R$ 6.534, a metade do que recebe hoje a irmã do atual prefeito.

O sistema revela ainda que a folha de pagamento da cidade aumentou em quase R$ 1 milhão. Quando assumiu, no final março, as despesas com a folha giravam em torno de R$ 6,5 milhões. Um mês depois, os gatos subiram para mais de R$ 7,4 milhões, contrariando o discurso de austeridade adotado pelo prefeito no dia da posse.

Ao assumir o cargo, no final de março, o prefeito disse em entrevista à imprensa que nomearia a irmã como chefe de gabinete porque tinha confiança nela, mas após a repercussão negativa, ele voltou atrás. Na época, ele pregava o enxugamento da máquina e chegou a exonerar 2 mil servidores. No dia 29 de abril, o Polêmica Paraíba já havia revelado a nomeação de Marcela.

A cidade de Bayeux enfrenta sérios problemas administrativos. Falta de saneamento básico, lama e ruas quase intransitáveis estão entre as queixas dos moradores da cidade. Desde 2017, passa por uma crise política, após supostos crimes cometidos pelos eleitos para os cargos de prefeito e vice na última eleição municipal.
Tecnologia do Blogger.