Header Ads

Últimas Notícias
recent

Farmácia é interditada suspeita de vender remédios sem receita na PB


Uma farmácia foi interditada, na manhã desta quarta-feira (9), após uma ação de fiscalização da Gerência de Vigilância Sanitária (Gevisa) de Campina Grande e Receita Estadual na cidade. Segundo a inspetora Clécia Batista, o estabelecimento comercializava medicamentos psicotrópicos e antibióticos sem apresentação da receita médica. Além disso, vários produtos sem nota fiscal foram encontrados no local.

A farmácia interditada fica localizada na rua Assis Chateaubriand, no bairro da Liberdade. Ainda segundo a inspetora da Gevisa, outras irregularidades também foram observadas no estabelecimento, a exemplo do não controle de medicamentos e informação no sistema da Anvisa. O trabalho de fiscalização também contou com o apoio da Polícia Militar.

Os medicamentos encontrados na farmácia foram apreendidos e levados para sede da Gevisa. O local só poderá voltar a funcionar após a solução de todas as irregularidades. Em relação ao problema com a Receita Estadual, o proprietário terá o prazo de 30 dias para resolver a situação.

A inspetora da Gevisa informou ainda que, de março até agora, mais de 100 farmácias foram fiscalizadas em Campina Grande. A ação faz parte do trabalho de fiscalização em observação e irregularidade de documentos para o funcionamento de farmácias em toda a cidade. O processo abrange mais de 200 farmácias.
Tecnologia do Blogger.